Volkswagen Kombi faz 53 anos de Brasil!
publicado em 22/03/2010





Neste ano a Volkswagen comemora 53 anos de produção da Kombi no Brasil. O país é o único que ainda fabrica esse ícone da indústria automobilística.


Papel de parede:
Volkswagen Kombi
1024x768   1280x960   1600x1200


Unidades vendidas até hoje
De setembro de 1957 (primeiro mês e ano de produção) a fevereiro de 2010 foram vendidas 1.360.850 unidades do comercial leve mais popular do Brasil.

Perfil dos consumidores
A Kombi atende órgãos do governo, pequenos comerciantes, feirantes, pequenos prestadores de serviços, empresas de entrega, entre outras modalidades de prestadores de serviços. Somente nos dois primeiros meses de 2010 foram 3.851 unidades comercializadas.

Quem compra a Kombi valoriza o seu custo-benefício, a simplicidade da mecânica e a facilidade de sua manutenção.
 

Versões atuais
Hoje a Kombi oferece quatro versões: Standard (9 passageiros), Furgão (2 ou 3 passageiros + carga), Lotação (12 passageiros) e Escolar (15 passageiros).

Trajetória
-  Na década de 40 o holandês Ben Pon idealiza a Kombi.
- Em 1950 inicia-se a produção do modelo na Alemanha com carroceria monobloco, suspensão reforçada, motor traseiro, refrigerado a ar, de 18,4 kW.
- Em 1957 a Kombi chega ao Brasil com 50% de nacionalização e motor de 1.200 cc.
- Quatro anos mais tarde chega o modelo de seis portas, versões luxo e standard, com transmissão sincronizada e índice de 95% de nacionalização.
- Em 1967 chega a versão pick-up com motor de 1.500 cc e sistema elétrico de 12 volts.
- Em 1975 a Kombi ganha outra reestilização e passa a ser equipada com o motor 1.6 l.
-  Três anos depois ganha dupla carburação.
- No ano de 1981 surge o veículo com motor diesel 1.6 refrigerado a água. Também é neste ano que surge as versões furgão e pick-up com cabine dupla.
-  Em 1982 aparece a Kombi a álcool e em 1983 ganha um novo painel e volante, e a alavanca do freio de mão passa a se localizar debaixo do painel (antes era no assoalho).
-  Em 1985 cessa a produção das versões a diesel e cabine dupla. Mas a linha ganha mais itens de conforto e segurança, como cintos de segurança de três pontos, bancos dianteiros com encosto de cabeça, temporizador para o limpador do pára-brisa, e etc.
- Em 1992 a Kombi ganha conversores catalíticos de três vias, sistema servo-freio, discos na frente e válvulas moduladoras de pressão para as rodas traseiras.
- No ano de 1997 surge a versão moderna Kombi "Carat", com teto mais alto, porta lateral corrediça e ausência da divisória do banco dianteiro. O novo projeto de carroceria ganhou mais conforto, resistência, deformação programável e reforços em pontos estratégicos.
- No fim de 2005 a Kombi se torna equipada com o novo motor 1.4 8V Total Flex (arrefecido a água, 20%(álcool) e 34% (gasolina) mais potente e 30% mais econômico). A Kombi passa a desenvolver potência de 78/80 cv (gasolina/álcool).

 

Fonte: Volkswagen do Brasil

 

Compartilhe esta notícia: