Por dentro da belíssima perua Chrysler 300C Touring
publicado em 06/09/2006




Sendo o primeiro carro familiar da Chrysler, o 300C Touring é  feito para cumprir as necessidades de clientes de vários países. Disponível na versão 5.7 HEMI V8 o modelo mantém outros aspectos da versão sedã, como o estilo, a oferta de equipamentos e o acabamento interno. Sua maior diferença é o amplo porta-malas.

A carroceria do modelo Touring tem os mesmos estilo e estrutura do sedã, sendo idêntica da parte frontal até as colunas centrais. Daí para trás, as laterais, a capota e a tampa do porta-malas ganham desenho diferenciado por conta da configuração station wagon.

Para facilitar a colocação de bagagem, principalmente em locais não muito amplos, a tampa traseira foi projetada em formato de "L" invertido e as dobradiças estão montadas em uma posição que permite sua abertura quase vertical. Dessa forma, não é necessário dar um passo para trás para abri-la. Equipada com limpador de duas velocidades, além de lavador e desembaçador para o vidro, a tampa traseira pode ser destravada por sinal de rádio-freqüência, emitido pela chave, e aberta pela maçaneta.


Espaço de sobra
O diferencial do veículo está no espaço para bagagem, 25% maior que o da versão de três volumes com o assento na posição vertical. O porta-malas parte de 630 litros, contra 504 litros do sedã. Com o rebatimento do banco traseiro, o espaço útil aumenta para 1.602 litros.

O compartimento de carga conta com uma cobertura, que pode ser recolhida ou desmontada, porta-objetos nas laterais, anéis para amarração da bagagem e uma tomada de energia de 12 volts. O assoalho do porta-malas, de plástico, oculta outra área para objetos. Essa cobertura inferior, pode ser dobrada em três partes ou retirada para a utilização do espaço extra. Sem ela, a altura do porta-malas sobe para 102 milímetros. Há ainda a opção de uma cobertura inferior impermeável, que também pode ser dobrada, com redes para fixação de carga. Na capota, o bagageiro do Touring - item opcional - suporta até 68 quilos de carga.


Conforto ao extremo
Para os ocupantes, o modelo é similar ao sedã. Os bancos do Touring oferecem o mesmo padrão de conforto.
Idealizado para mercados fora da América do Norte "Com a introdução do 300C Touring, a Chrysler oferece a seus clientes uma completa gama de veículos afirma Thomas Hausch, diretor-executivo de Vendas e Marketing Internacional do Grupo Chrysler. "A família 300C oferece potência e o expressivo desenho da marca, além do volume de carga, de elementos práticos, como a tampa traseira que facilita o acesso ao porta-malas, e tecnologia".

"O Chrysler 300C é um sedã de porte grande que em pouco tempo atingiu êxito de vendas. Estamos certos de que Touring, com sua maior capacidade de carga, também será competitivo", acrescenta Hausch. O modelo é comercializado somente em países fora da América do Norte.


Sistema de tração na quatro rodas opcional

O sistema de tração nas quatro rodas (AWD) está disponível para o modelo. Externamente, o 300C Touring com tração integral não difere em nada da versão com tração traseira, a não ser pelas rodas de liga de cinco raios e da suspensão 25 milímetros mais elevada para que o conjunto da transmissão fique distante do solo. O assoalho também é diferente, para acomodar a caixa de transferência Magna-Steyr.

O sistema AWD atua permanentemente, transmitindo 62% do torque para as rodas traseiras e 38% para as dianteiras. No eixo traseiro dessa versão está mantida a suspensão de cinco braços. Todos os modelos estão equipados de série com amortecedores autonivelantes "Nivomat", que funcionam automaticamente.


fonte: Chrysler

Compartilhe esta notícia: