Novo VW Passat americano terá preço menor
publicado em 14/01/2011

  • 1/23
  • 2/23
  • 3/23
  • 4/23
  • 5/23
  • 6/23
  • 7/23
  • 8/23
  • 9/23
  • 10/23
  • 11/23
  • 12/23
  • 13/23
  • 14/23
  • 15/23
  • 16/23
  • 17/23
  • 18/23
  • 19/23
  • 20/23
  • 21/23
  • 22/23
  • 23/23


 


A Volkswagen vai fabricar um sedã Passat totalmente novo e específico para o mercado dos Estados Unidos. Os preços do modelo foram reduzidos.


Papel de parede:
VW Passat americano (frente)
1024x768   1280x960   1600x1200
VW Passat americano (traseira)
1024x768   1280x960   1600x1200
VW Passat americano (painel)
1024x768   1280x960   1600x1200


Produção
O novo VW Passat será produzido nos Estados Unidos, na nova fábrica da montadora alemã que fica no estado do Tenesse. A tecnologia e o estilo do novo modelo virão da Alemanha, mas a Volkswagen of America vai dar os retoques valorizados pelo mercado americano.

Início da comercialização
O novo Passat americano será inicialmente comercializado entre os meses de julho e agosto. O modelo vai contar com três versões: S (1 e 2), SE (1 e 2) e SEL (1 e 2). A versão SE talvez ganhe a opção de teto solar. O sedã tem 4.868 mm de comprimento, com espaço traseiro ampliado e ambiente projetado para dar conforto durante viagens longas.

Versão de entrada por 20 mil dólares
A Volkswagen reduziu os preços do novo Passat em relação à versão anterior. A versão de entrada, a Passat S 1, vai custar cerca de 20 mil dólares. Os preços das outras versões serão divulgados em março. Cada versão Passat terá itens e acabamentos específicos.

Equipamentos de série da versão de entrada
A versão de entrada, Passat S 1 já é bem equipada de série: os vidros elétricos, ar condicionado, vidro isolante, relógio analógico no centro do painel de instrumentos, piloto automático, mostrador da temperatura externa com alerta de congelamento, rádio-CD com MP3 e entrada para áudio externo e sistema Bluetooth, fechamento das portas por controle remoto, abertura do porta-malas do interior do carro ou por controle remoto, vários porta-copos, sistema de monitoramento da pressão dos pneus, programa eletrônico de estabilidade (ESP), ABS com assistência de frenagem, assistência de partida em subidas (Hill Climb Assist) nos modelos com câmbio manual e DSG, e seis airbags.

Três motores
O novo Passat vai ser equipado com três motores de alto torque desenvolvidos na Alemanha. o primeiro é o novo motor 2.5 MPI de 5 cilindros, 170 cv a 5.700 rpm, 240 Nm de torque a 4.250 rpm, acelera de 0 a 100 km/h a 8,2 segundos e faz em média 13,12 km/l. Esse motor pode ter câmbio manual ou automático de seis velocidades. É o motor que a Volkswagen espera que saia das lojas em 2/3 dos Passat vendidos.

O segundo motor é um VR6 3.6 litros de alta performance. São 280 cv desenvolvidos a 6.200 rpm com torque máximo de 350 Nm a 5.000 rpm acelerando de 0 a 100 km/h a 6,5 segundos. O nível de consumo divulgado fica em 11,85 km/l. A troca de marchas é feita pelo câmbio DSG de seis marchas e dupla embreagem, sendo a transmissão automática mais eficiente do mundo.

Por último o Passat pode vir com o motor turbodiesel de 2.0 litros e 140 cv de potência a 4.000 rpm, e 320 Nm de torque máximo a 2.500 rpm. Segundo a Volkswagen, este motor de quatro cilindros oferece a força de um motor de seis cilindros a gasolina, mas é econômico como um carro híbrido, fazendo em média 18,1 km/l. O câmbio DSG também está disponível para esse modelo.

Compartilhe esta notícia: