Manutenção: cuidado para não ficar sem freio!
publicado em 10/04/2009


Num veículo, o freio é um dos mais importantes itens de segurança. Atualmente, os sistemas de freio de todas as marcas são confiáveis, mas, para total eficiência, eles dependem que o usuário faça as devidas revisões, conforme orientação do manual de proprietário.

Verifique a cada 5.000 km
Discos, pastilhas, fluídos e tambores precisam ser verificados a cada 5.000 km – mas o momento da troca depende da forma como o veículo é dirigido ou pelas condições de piso que trafega.

Ao substituir as pastilhas é preciso verificar o estado dos discos. Isto porque se uma pastilha chega ao fim, o atrito com o disco acontece metal/metal. Nestes casos, dependendo do estado e, principalmente, de sua espessura, o disco deve ser trocado – sempre o par, para não haver diferença de frenagem entre uma roda e outra.

Quanto às lonas, usadas geralmente nas rodas traseiras, suas espessuras devem ser verificadas simultaneamente às pastilhas. No caso de troca, substitua também o kit de reparo. Quanto aos tambores, a maioria das montadoras recomenda a retífica dos mesmos a cada troca de lonas.

Fluído de freio
Toda a tecnologia aplicada em servo-freio, material de atrito das pastilhas, discos, tambores, lonas e outros itens, de nada adiantará sem o fluído de freio. A substituição das pastilhas e lonas deve ser acompanhada da troca do fluído, sempre seguindo as especificações das montadoras. O líquido antigo não deve e não pode ser reaproveitado.

Mesmo que o sistema não apresente desgaste, o fluído de freio deve ser verificado anualmente ou a cada 10.000 km. É que, com o tempo, ele absorve a umidade do meio ambiente, perdendo sua eficiência e causando corrosão em vários componentes. Importante: no momento da substituição, é essencial a utilização de um fluído que atenda as especificações indicadas pelas montadoras.

Checklist do Freio:

1 - Verifique o nível de fluido de freio a cada 30 dias.
2 - Troque o fluido de freios a cada 10.000 km ou 12 meses.
3 - O sistema de freio deve ser inspecionado a cada 5.000 km.
4 - Não sobrecarregar o veículo acima de sua capacidade especificada pelo fabricante.
5 - Não alterar as configurações do freio, como substituir um componente por outro com características diferentes, como por exemplo o diâmetro.
6 - Não alterar as características do veículo, como por exemplo a suspensão e rodas.
7 - A manutenção no sistema de freio deve ser realizada por mecânicos credenciados para executarem serviços em freios.
8 - O cuidado na manutenção do sistema de freio é essencial, pois muitas vidas dependem disto.

fonte: AC Delco e Bosch
 

Compartilhe esta notícia: