Cuidados ao comprar um carro usado com câmbio automático!
publicado em 02/04/2010


Nos últimos anos aumentou a preferência dos brasileiros por carros automáticos. No mercado de usados é possível encontrar muitos modelos com o equipamento e com preço de "carro popular", mas é preciso tomar alguns cuidados para não levar pra casa um carro problemático.

A empresa Brasil Automático, líder nacional em treinamentos e literatura sobre transmissões automáticas enumerou algumas dicas para avaliar um semi-novo corretamente:

1) Verifique se há vazamentos
Faça análise por baixo do veículo na região da transmissão. Veja se há manchas de fluido (que pode ser avermelhado, geralmente). Se achar algum vazamento, desista da compra na hora. O sistema pode estar comprometido e terá um custo alto de reparação.

2) Verifique a troca de marchas
Outro indicativo é quando o câmbio demora a trocar as marchas. Uma dica é colocar o veículo na alavanca em "P" (Park). Em seguida, ligue o carro, espere um tempo até o motor ficar estável. Pise no freio e engate o "D" (Drive). A resposta máxima ideal da transmissão é de 2 segundos. Ela deverá engatar suavemente, sem ruído forte ou tranco. Faça o mesmo teste mudando para a posição "N" (Neutro) e para a marcha à ré (R).

Quando há demora no engate das marchas ou há ruídos e trancos, é sinal que há desgaste nas peças internas do câmbio, problemas no sistema hidráulico ou eletrônico.

3) Dirija o veículo
Dê uma volta com o carro em velocidade progressiva até atingir 60 km/h. Deverá neste intervalo haver a troca de duas marchas. Perceba se está ocorrendo a troca de forma suave ou com fortes vibrações. A troca deve ser feita sem que a rotação do motor tenha um aumento muito significativo. Verifique o mesmo para a redução de marchas.

4) Verifique todas as teclas
Alguns modelos possuem um conjunto de teclas que precisam ser testadas. Por exemplo, alguns carros automáticos possuem a tecla "Overdrive", que aciona a última marcha da transmissão. Verifique no manual do veículo todas as funcionalidades e se o sistema está respondendo corretamente.

5) Luz de advertência no painel
Quando estiver analisando o veículo, observe se as luzes de advertência do painel estão respondendo de acordo com a posição do câmbio acionado. Se o câmbio mudar de posição toda vez que a luz indicativa acende, o sistema pode estar com alguma falha no módulo eletrônico.

6) Ande bastante com o veículo
Não seja apressado, dirija bastante o veículo até que o motor seja aquecido. Se houver algum defeito, a probabilidade será maior nas condições normais de uso, quando todo o sistema aquece, depois de 20 a 30 km percorridos. Cuidados com as conversas de vendedor do tipo "esse barulho é porque o carro está frio", ou "esse tranco é normal, é do modelo". Tem vendedores que costumam dizer "tem um defeito, mas o conserto é simples". Não caia nessas armadilhas.

Após adquirir com segurança seu carro automático, faça sempre a manutenção preventiva e fique de olho no surgimento de pingos avermelhados no piso de sua garagem. Sempre dê uma olhada no fluido e verifique o sistema em uma oficina especializada.

Veja mais informações sobre a Brasil Automático no site:
www.brasilautomatico.com.br

Compartilhe esta notícia: